quinta-feira, 9 de abril de 2009

Mudando a letra

SABE AQUELAS MÚSICAS QUE VOCÊ ADORA, mas qualquer que seja o motivo vc muda a letra? Ou imagina coisas que provavelmente são diferentes do que o autor queria dizer (ou nesse caso, quem sabe, é exatamente o que o autor queria dizer, mas a maioria das pessoas pensa diferente?)

Essa música eu vivo mudando a letra... e tenho escutado com até alguma freqüência.

Saudades...

me diga

nando reis


Se eu acordo preocupado com as
providências como uma conta no banco
que eu não tenho dinheiro pra pagar
Isso me aflige e atrapalha
faz com que eu não me de conta
de outras coisas
Que eu deveria cuidar

Então me diga
Se vocês ainda gostam de mim
Porque de vocês eu gosto
Isso não deve ser assim
Tão ruim

Dos meus IRMÃOS eu sinto saudade
eu tenho medo que eles achem que
eu não sinto a falta deles
como eu acho que eles sentem de mim
Pego o meu carro pelo asfalto
uso um sapato da mesma maneira
Por influência do meu pai (velho Bel..)

Então me diga
Se você ainda gosta de mim
Porque de você eu gosto
Isso não deve ser assim
Tão ruim

Há quanto tempo eu conheço vocês
Há quanto tempo eu ainda vou precisar
E eu dependo do que eu não entendo
eu pretendo apenas
que vocês saibam que isso é meu amor

3 comentários:

Flá disse...

Tenho certeza que não sabe a falta que sentimos de você!!!!
É... sempre gostei deste artifício das músicas,
principalmente de juntar algumas delas para tentar mostra um pouco o que sente... o que pensa...

"Se você me der 3 minutos vai entender o que eu sinto

?porque será? me diz? porque será?
que a gente cruza o rio atrás de água (e vai embora - e muda de vida!)

E diz que não está nem aí
finge que não está nem aí

somos o que há de melhor
somos o que dá pra fazer
o que não dá pra evitar
e não se pode escolher

se eu tivesse a força (QUE EU SEI) que você pensa que eu tenho
eu gravaria no metal da minha pele o teu desenho (numa tatuagem)
... feitos pra durar

(queria te ter sempre)
Nem tão longe que eu não possa ver
Nem tão perto que eu possa tocar (P q senão a gente briga muito)
Se eu pudesse, ao menos, te levar comigo
Sem final feliz ou infeliz...atores sem papel (SEM FINAL)
No alto da montanha, num arranha-céu

Cá pra nós, é bem melhor assim
Desconhecer o início e ignorar o fim
(Vamos viver o que há pra viver)

(pois quero sempre) Sempre estar lá
E ver VC voltar
Não era mais o mesmo
Mas estava em seu lugar

Vou chorar sem medo
Vou lembrar do tempo
De onde eu via o mundo azul!!!!! (qdo a gente era criança)

(mas a gente cresce - e aparece) o preço é uma prece...pague pra ver
compre o ingresso...adeus pink freud flintstone

Não importa se só tocam
o primeiro acorde da canção
a gente escreve o resto em linhas tortas

Se a tv estiver fora do ar
Quando passarem os melhores momentos da sua vida
Pela janela EU ESTAREI em olho em você, PARANÓICA
Paralelas que se cruzam em Belém do Pará
Longe, longe, longe, aqui do lado
Paradoxo
NADA NOS SEPARA
Eu paro e fico aqui parada
Olho assim para longe
A DISTÂNCIA NÂO SEPARA Parabólica


P.S>> Engenheiros sempre vai me lembrar VC!!!! (acho q ninguem vai enteder nada - mas o q importa é que eu entendo!!!!)
TE AMO MUITO MESMO...beijos!!!

Tássia disse...

Eu sei como a sensação...sei bem! A saudade sempre fica forte dos dois lados!!
E voce é um irmão e cunhado que vao sempre fazer falta!

beijo

Ajustamento Criativo disse...

Eu só digo uma coisa:
Sempre.