domingo, 15 de março de 2009

Olhares diferentes

CONHECI UM DIA DESSES UMA BELA MÚSICA DO ZECA BALEIRO, "Quando ela dorme em minha casa". O mais engraçado é que ela é de um cd que eu já tinha, já escutara mais de uma vez, mas simplesmente não lembrava da música.

E aí, em um dia como qualquer outro, a Mari colocou para tocar no meu ipod (perceba, já estava até no meu ipod!). E a música me arrebatou de uma forma que ainda não havia feito...

Gosto desses momentos. Gosto de reparar em coisas, músicas, idéias que sempre estiveram ali, e de repente as percebo de forma diferente. Essa é a maior prova de que eu mudei.

Sim, eu prefiro ser essa metamorfose ambulante... gosto de dar de cara com mundos novos a cada dia.

E, claro, essa música me tocou porque ela agora me diz muito, e posso me imaginar cantando... ainda que eu seja menos dramático do que ela fala. Eu a canto simplesmente quando preciso deixa-la em casa...

Inté,

A.N.


quando ela dorme em minha casa

zeca baleiro

Composição: Zeca Baleiro/ Fausto Nilo

Quando ela dorme em minha casa
O mundo acorda cantando
Quando ela dorme em minha casa
O mundo acorda cantando

Sonhos de lata e de rosas
Gritam no silêncio branco do muro
Com o futuro em suas asas
Ela se vai
Ela se foi

E esses versos são lamentos
Que eu deixo nas calçadas
Canções que inventam pedras sobre a fome
Aí escreverei seu nome
No azul do firmamento
Onde a Dalva apareceu

Um comentário:

_Maga disse...

"Heráclito disse (demasiadas vezes o tenho repetido) que ninguém se banha duas vezes nas mesmas águas de um rio. Ninguém se banha duas vezes no mesmo rio porque as águas mudam, mas o que é mais terrível é que nós não somos menos fluidos do que o rio. De cada vez que lemos um livro, o livro não é o mesmo, a conotação das palavras é outra. Além disso, os livros estão carregados de passado.

(…)

Se lemos um livro antigo, é como se lêssemos todo o tempo que transcorreu até nós desde o dia em que ele foi escrito."

Jorge Luiz Borges

***

Lindo, né? Borges é um deste autores para ser re-lido.

Adoro Zeca. Ele é arrebatador. Tive oportunidade de ver dois shows dele nos ultimos dois anos, e ambos foram daqueles momentos que nós deixam felizes e cantando por dias e dias... Musicas que falam de algo, voz que transmite sentimentos.

um abraço