quarta-feira, 9 de julho de 2008

Conversa de Criança (O Banco)

HOJE ESTAVA NO ACQUAVILLE, e o Leandro veio reclamar.

"Esse povo aqui do Acquaville ou é burro ou é doido..."
"Por que, Leandro?"
"Porque botaram um banco no meio da grama. E ali tem uma placa de proibido pisar na grama. Como é que eu vou chegar no banco? Voando?"


Quero ver quem diz que ele não tem razão.

Um comentário:

_Maga disse...

Adorei!!!!

Crianças são filósofas por natureza, pena que a gente vai emburecendo com a idade, e fica igual ao povo do aquaville: pagando pra alguém filosofar pra gente, ou precisando de psicologo... rs

beijokas