quinta-feira, 12 de julho de 2007

Pan... o que mesmo?

UMA DAS COISAS MAIS ANIMADAS QUE EXISTEM DEVE SER UMA VILA OLÍMPICA. Dêem uma olhada nessa notícia...

Medalha? :-p

Fonte Original

Retirado da WWW no endereço...

======================================

Esgota o estoque de camisinha da vila do pan
A princípio, todos juram que só pensam nas medalhas. Mas a conversa vai avançando, e a turma revela que concentração também rima com “pegação”. Segundo atletas de diversas delegações, a boate da Vila Pan-Americana “bombou” e, na noite de estréia, casais já se formaram. Piscinas e academia também estão entre as áreas mais concorridas. Sem falar no que tem rolado nos quartos. Na única loja que vende camisinhas na Vila, a Tuta L’Ora, o estoque acabou e o mostruário teve de ser reposto.

Pedindo anonimato, um competidor americano revelou ter “ficado” com uma atleta na boate da Vila. Segundo ele, não há proibição de paquera ou sexo por parte do Comitê Olímpico dos EUA. Mas excessos não são bem vistos e podem ser punidos.

"Eu não pensava em ficar com alguém. Acho que foi o clima do Rio, sei lá", brincou. "Gostei da boate. Mas não dá para exagerar. Não estamos em férias".

Um argentino que também pediu anonimato contou que, depois da estréia da boate, houve uma reunião de amigos num edifício ocupado pela delegação, animada por cerveja, música e “pegação”:

"Esse tipo de festinha é muito melhor. Achei a boate mais ou menos. Agora, em se tratando do Rio, não é só dentro da Vila que vai ter paquera".

"As brasileiras são demais! Já estou de olho em uma. É até difícil manter a concentração", riu o esgrimista mexicano Alvaro Dorante."O objetivo, claro, é competir. Mas com diversão fica bem melhor".

O entra-e-sai nos quartos não é exagerado, mas se faz presente. Segundo uma funcionária da Tutta L’Ora, a venda de camisinhas e gel lubrificante aumenta a cada dia. Ela não soube dizer quantas unidades já saíram.

"É absolutamente normal ter paquera e sexo numa competição como o Pan. Seria estranho se nada acontecesse", opinou o técnico de triatlo da equipe cubana, Flavio Carmona.

Para alguns atletas, a azaração é quase única opção...

Um comentário:

_Maga disse...

Só espero que essa "azaração" toda não traga má sorte (pegou, pegou??? rs) para a seleção brasileira e o Pan Rio em geral... rs

Sobre o fato de terem acabado as camisinhas... bem, pensem que eles tem fôlego de atletas! rs (estoque de piadas infames hoje, hein? rs)

beijos